segunda-feira, 1 de setembro de 2014

Feira da Colônia Japonesa


Tem coisa melhor do que um domingo com a família? Não, pelo menos pra mim!
Ontem fomos conhecer o Memorial da Colônia Japonesa de Ivoti. Nunca tinha ido e confesso, estava com a espectativa bem baixa, mas foi muito legal!

O dia amanheceu super feio, chovendo, mas aos pouco o sol foi saindo e o tempo secou um pouco. Foi a deixa para decidirmos colocar tudo no carro e subir a serra rumo a Ivoti. Estava acontecendo a Feira da Colônia Japonesa, onde teria alguns pratos típicos e comida local. Eu sabia que lá teria Anchova na taquara e sushi (feito por japoneses de verdade, haha), além de diversos comerciantes vendendo as mais variadas iguarias. Chegando lá meu pai comprou o "vale anchova" e eu e o Lucas fomos atrás de sushi, pois a Sofia não parava de dizer "Eu quero sushi! cadê o sushi? Eu quero sushi!!", ela definitivamente tem a quem puxar pra gostar de peixe cru, haha! Infelizmente demos bobeira e não comemos o sushi feito por japoneses, mas tinha um "restaurante" lá dentro com  porções a venda.

Depois do almoço fomos conhecer o memorial, que é super bacana. Lá eles contam toda a história da imigração dos japoneses até a instalação deles ali na região. Tem as roupas típicas, as ferramentas, as gueixinhas e tudo mais. É uma imersão na cultura :)

A anchova na taquara:


Feirinha com venda de comidas típicas e plantas :)


 O Memorial:

cardápio todo escrito em japonês :)

E para fechar com chave de ouro esse post, fiz um look do dia da Sofia. Ela, como boa filha de fotógrafo, quase não gosta de posar na frente da câmera, haha :P

papai beijando a mão da princesa *--*
Esqueci de mencionar que todas as fotos foram tiradas por mim :DDD E aí, to aprovada? Sabe que eu gostei da brincadeira e vou fotografar mais :D

Boa semana!
Xoxo, Clo <3 


sexta-feira, 29 de agosto de 2014

A "regra" dos terços.

Oi, gente! Postei uma vez e acabei gostando da brincadeira! Como já devem ter percebido, hoje quem vai escrever sou eu, o Lucas. A Clo fez uma pesquisa bem bacana onde vocês comentaram sobre o que gostariam que eu trouxesse aqui pro blog. Bom, atendendo a alguns pedidos, hoje vou falar um pouco sobre uma das "regras de ouro" da fotografia, a "Regra dos Terços" (também conhecida jogo da velha ou "hashtag", como preferir). Vocês provavelmente já ouviram falar, ela é aplicada não somente na fotografia, mas no design e algumas outras formas de arte.

É bem fácil de entender (e os apelidos carinhosos ajudam a simplificar): ao olhar pelo visor da câmera imagine que a imagem que vocês vêm é cortada por um jogo da velha invisível. Alguns modelos de câmera podem te poupar do trabalho, já que elas exibem as linhas (quase todos os celulares que eu já segurei na mão tinham essa opção, basta habilitar).

Seu mais novo amigo: a hashtag gigante.

Ok, e para o que serve?
A regra dos terços diz que o assunto principal de sua foto deve ficar localizado no ponto em que as linhas se cruzam (na imagem eu marquei com bolinhas :) ).
Para exemplificar, duas fotos onde a regra é aplicada:



Nas duas fotos apresentadas a modelo está colocada a esquerda, mas nada impede de posicionarmos na outra extremidade. :D

É só isso?
A regra não se aplica apenas aos pontos onde as linhas se cruzam, às vezes é mais interessante analisarmos somente um par de linhas. É bacana fazermos a divisão dos elementos dentro dos três retângulos resultantes da divisão (conforme exemplo \o ).


Na foto acima eu preenchi o enquadramento com 1/3 de chão e 2/3 de céu.

A regra dos terços serve pra nos lembrar que nem sempre o mais legal é centralizar o assunto na foto. O mais importante de tudo é sabermos que, assim como toda regra, ela DEVE ser quebrada. Não existe certo e errado na fotografia, tudo depende do resultado que se busca atingir.

Eu realmente espero que esse post ajude o pessoal que está começando (é um princípio BEEEM básico, então desculpe se não ajudou). Não entendeu bem? Tem uma outra dúvida? Quer sugerir uma pauta? Comenta aí em baixo :)

Beijo na alma :P
Lucas 




quarta-feira, 27 de agosto de 2014

Cremes baratinhos que eu uso!

Quem tem problemas com pele ressecada sabe como o inverno é terrível, não é!? Eu tenho a pele beeem oleosa, mas no inverno, ela resseca DEMAIS em áreas bem específicas, como ao redor do nariz, no queixo e testa. Quando passo base fica pior, com aquele aspecto arranhado e descamando, por isso no post de hoje eu vou mostrar quais os cremes baratinhos que eu uso para hidratar minha pele no inverno :)

NIVEA - CREME


O hidratante mais vendido do mundo entrou na minha vida a pouco tempo, mas já conquistou meu coração. Estou adorando a praticidade do potinho (é pequeno e cabe na bolsa), o cheirinho dele é super agradável e suave. Além disso a textura dele é bem densa mas a pele absorve super rápido. A única coisa que não me agrada muito é que ele deixa minha pele mais oleosa do que o normal, por isso só uso nas áreas que são realmente secas. O preço dele é super em conta, paguei R$12,00. Recomendo :D

-x-x-x-

CHIC PÉROLAS - PANVEL


Vocês sabem que eu sou fã de carteirinha da Panvel, por isso ela não poderia ficar de fora dessa lista. Esse creme eu ganhei de amigo secreto da minha querida sogrinha e ela acertou em cheio no presente. O creme é muito bom e hidrata bastante, a única coisa que me incomoda um pouco é o cheiro, poderia ser mais suave, mas fora isso é TDB. A textura dele é beeeeem fininha (quase liquida) e a pele logo absorve. O preço médio dele é uns R$15,00!

-x-x-x-

NATIVA SPA - O BOTICÁRIO


Esse creme eu ganhei de alguns amigos logo depois que a Sofia nasceu, é um pote "pequeno" mas rende demais, uso ele quase sempre e ainda tem bastante. Ele é de romã e o cheiro é ma-ra-vi-lho-so, a hidratação dele é muito boa. Adoro esse creme e super recomendo. O preço varia de R$30,00 a R$36,00, super vale a pena! :D

-x-x-x-


Qualquer um desses cremes eu super recomendo, pois funcionam super bem para o meu tipo de pele!

E aí, quais cremes vocês usam? Já conheciam esses? Me contem nos comentários :D

Xoxo <3